Praias de Governador Celso Ramos

Prepare-se para conhecer um município paradisíaco. Entre morros cobertos de vegetação nativa, pastos e costões, o recortado litoral da península de Governador Celso Ramos revela cenários quase que intocados, praia após praia. As tonalidades ofuscantes do mar deste precioso lugar lhe conferem o posto de município integrante da chamada orla das esmeraldas.

O município de Governador Celso Ramos ocupa uma península no litoral catarinense, com caprichosos recortes naturais que formam várias enseadas – e dividem a costa em 23 belas praias próprias para os mais diversos fins, como lazer para a família, mergulho, windsurf, jet-ski, surf e outros.

Algumas praias possuem boa infra-estrutura, como a praia de Palmas, outras restam ainda completamente desertas, como Ilheus e Bananeiras. A região integra, ainda, a reserva biológica Marinha do Arvoredo, santuário de espécies raras da fauna e da flora, o que a torna um dos melhores locais para mergulho do país e moradia de uma centena de golfinhos tucuxis que alegram os passeios de barcos.

O turismo em Governador Celso Ramos é feito basicamente por famílias ou jovens atraídos pela promessa de paisagens e ondas perfeitas. Não há, pode-se dizer que felizmente, a movimentação frenética, típica de cidades que possuem alternativas de turismo organizado, guiado e com grandes infra-estruturas. Por isso, vive-se na cidade o clima das comunidades simples.

Há opções de hospedagem para todos os gostos, desde campings simples a resorts luxuosos. Os restaurantes pé-na-areia dão um toque – e gosto – todo especial, servidos pelos moradores que herdaram dos portugueses suas receitas deliciosas.

As comunidades que compõe a cidade são formadas essencialmente por pescadores. Em pouco tempo se entrar no clima dos pequenos vilarejos em que a pesca é a principal, se não a única, fonte de renda. Os homens estão quase sempre envolvidos com atividades da lida do mar: confeccionando tarrafas, descarregando peixe, camarão e moluscos dos barcos, limpando e encaixotando o pescado. Às mulheres, cabe realizar as tarefas domésticas, além de colaborar nas cooperativas da comunidade. Toda esta parceria faz da pequena cidade a maior produtora de marisco de cultivo de Santa Catarina.

Possui muitas belas atrações turísticas naturais, como a Baía dos Golfinhos, a Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim (Ilha de Anhatomirim) e Reserva do Arvoredo. A Ilha de Anhatomirim, concorrido ponto turístico, é sede da Fortaleza de Santa Cruz que completa o conjunto de fortes portugueses da Ilha de Santa Catarina.

Não é à toa que as praias de Governador Celso Ramos são escolhidas por celebridades de diversas partes do mundo para o veraneio. Muitas mansões com acesso exclusivo às praias particulares são de personalidades conhecidas e viram atração na hora de se escolher roteiros para passeios de barco.

Ilhas de Governador Celso Ramos

Todas as outras ilhas de Governador Celso Ramos são desertas com exceção da ilha de Anhatomirim. Fazem parte do arquipélago do município as ilhas: Grande, Trinta Réis, Palmas, Maximiliano, do Macuco, Calhal de São Pedro, Deserta e ilhota de Ganchos.

A Ilha de Anhatomirim abriga a Fortaleza de Santa Cruz, de arquitetura lusitana e renascentista. O forte foi recuperado e está aberto a visitações, com lojas e restaurantes turísticos.

Ainda são encontrados golfinhos na Baía dos Golfinhos, onde vale o passeio. As praias são boas para esportes aquáticos como jet ski, windsurf e surf. Mas há também atividades de aventura oferecidas pelo segmento de turismo rural. Programações que incluem cavalgada, trilhas ecológicas, rafting, arvorismo, rapel e saltos de tirolesa são algumas opções para quem quer ir além do lazer relacionado ao mar.

Reserva do Arvoredo

O Arquipélago do Arvoredo, situado na costa catarinense, á um dos grandes patrimônios naturais e arqueológicos do Brasil. A Reserva Biológica Marinha do Arvoredo representa 17.800 hectares onde não são permitidas atividades de utilização, caça e pesca.

Por ser o encontro das correntes marítimas do Brasil com as Malvinas, a reserva está situada em uma região de grande diversidade marinha. Por esse motivo, a região que circunda a Ilha do Arvoredo é um dos locais mais procurados para mergulho em todo o litoral sul. A rica diversidade da fauna e flora marinha já pode ser observada a uma profundidade de cinco metros e se estende a até quarenta metros.

Além disso, a reserva constitui-se num importante sítio arqueológico, histórico e ecológico. Desenhos de figuras humanas e até antigos sepultamentos são vestígios da ocupação de até 4 mil anos atrás. As águas da reserva também guardam a história de naufrágios, como o ocorrido em 1958, com o cargueiro Lili.

A Ilha do Arvoredo é recoberta em quase toda sua totalidade pela Mata Atlântica, abrigando também uma enorme diversidade de flora e fauna terrestres.

História de Governador Celso Ramos

Outro tesouro turístico de Governador Celso Ramos é o seu passado.

Esta vila de pescadores, com 250 anos de história, foi sede do maior e mais importante núcleo baleeiro catarinense, a Armação da Piedade. O local – hoje disputado pelos turistas – era ponto de partida de escravos e arpoadores que se arriscavam em precárias embarcações na incerta missão de capturar as baleias Francas. Atualmente as cetáceos procriam e amamentam seus filhotes tranquilamente em águas catarinenses protegidas por leis ambientais. Algumas dezenas de milhares de turistas por ano visitam Governador Celso Ramos.

Entre 1740 e 1742, bem próximo a Freguesia de São Miguel, na direção norte, foi instalado um próspero núcleo de captura e de industrialização de baleias, denominado Armação Grande, ou Nossa Senhora da Piedade.

As instalações com 5,3 mil metros quadrados de área faziam daquela armação a maior e mais importante do litoral Catarinense e a segunda mais importante do Brasil-Colônia.

Por volta do ano de 1745, colonizadores vindos das Ilhas dos Açores e da Madeira, atraídos pela pesca da baleia, fixaram-se no local. Depois vieram outros portugueses e a comunidade cresceu até sua emancipação em 6 de novembro de 1963.

“Na parte norte de Governador Celso Ramos, onde fica a sede, também se fixaram portugueses oriundos da Ericeira por volta de 1820, que tinham vindo povoar Portobelo”, complementa o professor Vilson Farias.

Estava criado o município de Ganchos que foi desmembrado de Biguaçu em 06 de novembro de 1963 e a partir de 12 de maio de 1967 passou a ser denominado Governador Celso Ramos em homenagem a Celso Ramos, ex-governador do Estado de Santa Catarina, município privilegiado com uma natureza generosa e um povo ordeiro e acolhedor.

Por que o Nome Ganchos ?

O nome “Ganchos” provavelmente foi sido criado pela visão de três baias consecutivas, dando cada qual o formato de um gancho. Essa é a hipótese mais concreta para o nome Ganchos.

Uma outra hipótese é devido aos ganchos tirados das árvores para transportarem os pescados, carregados nas costas.

Mas há antigos moradores que juram que o nome se deve a presença do famoso pirata “Capitão Gancho” que por aqui passou.

Informações Úteis

Data da Fundação: 06 de Novembro de 1963
Principais Atividades Econômicas: A principal fonte de renda do município são a pesca Artesanal e Industrial, com destaque também para o Turismo que vem crescendo bastante nos últimos anos.
Colonização: Açoriana
Principais Etnias: Açoriana
Área – 82 km²
Clima: Mesotérmico úmido, com temperatura média de 18ºC.
Altitude: 35m acima do nível do mar.
Cidades próximas: Porto Belo, Bombinhas, Florianópolis, Tijucas, Bioguaçu
População: 12.611
Telefone da Prefeitura Municipal: (48) 3262 0141

Como Chegar?

Governador Celso Ramos está localizado no litoral, a 41 km de Florianópolis por via rodoviária. A distância marítima é de cerca de 15 km.

O ideal é conhecer a região de carro, assim você pode explorar quase todas as praias, que são próximas umas das outras. Também existem alguns itinerários de ônibus que partem de Florianópolis com regularidade. Depois, é preciso estar preparado para enfrentar acessos à praia exclusivos para pedestres, geralmente por meio de trilhas. A maior parte dos percursos é de fácil acesso, no máximo 20 minutos de caminhada, sem grandes obstáculos.

Esta é uma praia de Governador Celso Ramos. Veja mais em Praias de Governador Celso Ramos.